Por: Fernanda Gonzalez

Nas lojas já se vende agenda 2013. As vitrines já começam a ter roupas brancas. Na Globo já é um novo dia de um novo tempo que começou. É, o ano está acabando.

Eu costumo admirar como as pessoas levam a sério a festa do réveillon. Há alguns dias já pude notar que várias pessoas já sabem onde vão passar, que roupa vão usar e,

principalmente, quais resoluções vão fazer para o ano novo.

Muita gente faz dessa data um marco. Um marco para mudar alguma coisa, para esperar alguma coisa, para ter uma conquista. Quem nunca disse um “esse ano eu vou...” dia primeiro de janeiro?

Para decepção de alguns (e talvez alívio de outros...), admito que este texto não fala exatamente sobre emagrecer, mas sobre as resoluções de ano novo. Usei esse exemplo porque foi justamente um que eu já escutei em muitos “anos novos”, e talvez já tenha falado alguma vez...

O ano está começando e com ele vem a chance de muita coisa acontecer nesses próximos 365 dias. Emagrecer, encontrar um emprego, arranjar um namorado... Há muito o que se desejar para esse ano novo! E eu não escrevo esse texto para desencorajar ninguém a sonhar, até porque eu mesma entro muito nesse clima de ano novo, e já tenho muita coisa a esperar de 2013... Meu objetivo, na verdade é ajudar a você leitor, a esperar bem a chegada do ano.

Há três tipos de coisas que as pessoas desejam para o ano novo. A primeira delas é o tipo de coisa que você não deve perder seu tempo desejando. Sorte, boas vibrações, energia positiva, e qualquer nome que você queira dar. Não devemos gastar nossa imaginação com elas pelo simples fato de serem coisas tolas. O que você quer na verdade é que alguma coisa dê certo? Que alguma coisa melhore? Então, em vez de desejar coisas que não são palpáveis, tenha foco.

O segundo grupo é o de coisas que dependem mais de nós. Estudar mais, perder peso, ler mais, ter uma alimentação melhor, ser mais organizado, perder menos tempo... Isso tudo é coisa que nós podemos alcançar com nosso esforço, ou podemos, ao menos, passar o ano tentando. Quem pode realizar seus sonhos é você mesmo. Acredite mais em si mesmo, e menos na cor da sua lingerie...

O terceiro grupo é o de coisas que nós apenas podemos desejar. Arranjar um namorado, um emprego... São coisas que não dependem só do nosso querer, certo? Então, para essas, o primeiro passo é ficar tranquilo. Se não é algo que depende de você, não deixe isso tirar sua paz. Mas lembre-se: sempre há o que fazer pelos seus sonhos. Quer um emprego? Procure com assiduidade, faça cursos, estude. Quer um namorado? Seja uma pessoa legal, se arrume, passe um batonzinho...

Proponho também que nesse fim de ano nós olhemos um pouco para 2012. Provavelmente alguma coisa boa nós fizemos, e alguma coisa temos a agradecer. E provavelmente veremos também que muita coisa começada em 2012 vai exigir continuidade em 2013. Foco nelas! Que antes de começar novos projetos nós tenhamos a responsabilidade terminar aqueles que já começados.

Que em 2013 façamos o propósito também de melhorar as coisas que já caminham bem. E caso algo não dê certo nem em 2013, não há problema, afinal 2014 está aí pra isso.

No mais, não vamos esperar 2013 chegar nem passivos nem desolados! O ano ainda não acabou. Dá tempo de muita coisa acontecer.

Fernanda Gonzalez
Estudante de Engenharia Ambiental - UFRJ - Oficina de Valores

0 comentários:

Postar um comentário