Felizes os que conseguem rir de si mesmos, porque nunca deixarão de divertir-se.

Felizes os que sabem distinguir uma montanha de uma pedra, porque evitarão muitos problemas.

Felizes os que sabem descansar e dormir, sem necessitar de justificativas, pois chegarão a ser sábios.

Felizes os que sabem escutar e calar; aprenderão coisas novas.

Felizes os que são inteligentes o suficiente para não levar-se a sério; serão queridos de seus vizinhos.

Felizes os que estão atentos às necessidades dos outros, sem se sentir indispensáveis; serão fontes de alegrias.

Felizes os que sabem olhar com seriedade para as pequenas coisas e com tranquilidade para as coisas importantes; chegarão longe na vida.

Felizes os que conseguem interpretar com benevolência as atitudes dos outros, mesmo contra as aparências: serão considerados ingênuos, mas este é o preço da caridade.

Felizes os que pensam antes de agir e rezam antes de pensar: evitarão muitas bobagens.

Felizes os que sabem reconhecer o Senhor em todos os que encontrarem; terão encontrado a verdadeira luz e a verdadeira sabedoria. 


Thomas More – Advogado. Chanceler do Rei. Escritor. Santo. 

0 comentários:

Postar um comentário